Masculins / Retrô OL - Bayern

Retrô: Os momentos históricos entre OL e Bayern

Published on 18 agosto 2020 at 3:00

presented by  presented by FirstTeam

Rétro : Les moments historiques des OL-Bayern
Lyon e Bayern se encontram ás 16h da próxima quarta dentro da semifinal da Champions League. Será o nono encontro europeu envolvendo os dois clubes na história e, dentro desses jogos, o OL sempre protagonizou bons momentos. Vamos voltar no passado para recuperar os melhores jogos do nosso clube e o time da Baviera.

A NOITE DE GOVOU: OL VS BAYERN, 2ª RODADA DA FASE DE GRUPOS (3-0) (06/03/01), STADE DE GERLAND

 

Como falar do Bayern de Munique sem citar a grande noite do dia 6 de março de 2001? Uma partida em que Sidney Govou deixou marcada na história dos torcedores do Lyon graças ao seu incrível desempenho. O ponta francês marcou dois gols contra Oliver Kahan, o lendário goleiro do clube alemão. O primeiro gol veio de um cruzamento de Sonny Anderson do lado direito antes que Govou conseguisse orientar o seu domínio e executar uma finalização potente para colocar a bola no fundo do gol. No segundo, ele realizou mais uma grande jogada. De costas para a defesa, o atacante acabou ultrapassando o goleiro do Bayern e enviou um chute magnífico para as redes de Kahn. O Gerland exalou felicidade com esse 3-0 inesquecível.

 

govou bayern

 

BAYERN VS OL (05/11/2003): JUNINHO, O REI DAS FALTAS

 

Num grupo A bastante fechado com quem o OL dividiu lugar com o Anderlecht, o Celtic e o Bayern de Munique, o encontro entre franceses e alemães foi muito disputado. Num Olympiastadion vestido de branco, foram os jogadores de Paul Le Guen que acabaram sofrendo o primeiro gol aos 6 minutos. Quando o árbitro Graham Barber assinalou uma falta a 35 metros, o público já percebeu que o Bayern estava num grande perigo. Juninho cobrou e, numa falta que fez balançar os cabelos de Oliver Kahn, empatou o jogo logo depois. A cobrança de falta sensacional colocou o OL nos trilhos para o time buscar uma vitória crucial (2-1)..

 

 

TEMPORADA 2009-10: UM PERCURSO HISTÓRICO NA C1

 

Como falar dos melhores momentos do OL frente ao clube alemão sem recordar a grande campanha da temporada 2009-2010? Claro, o encontro duplo frente aos alemães não acabou favorável para os Gones, mas o percurso foi rico em emoções que ainda fazem arrepiar a espinha dorsal dos torcedores. A aventura começou cedo, mais precisamente durante o verão. Por ter terminado o campeonato anterior no campeonato, o OL teve que passar pela fase preliminar da Champions League pela primeira vez desde 2000-2001. O jogo foi uma formalidade contra um Anderlecht bastante modesto (5-1, 1-3). Foi a partir daí que as coisas começaram a se tornar mais sérias com a fase de grupos. Contra Liverpool, Fiorentina e Debrecen, o Lyon terminou a primeira fase atrás dos italianos com 13 pontos e esse período do torneio ficou marcado pela histórica vitória do time dentro do Anfield com gols de César Delgado e de um jovem Maxime Gonalons (1-2).

Rumo às oitavas contra o Real Madrid. Se o Lyon foi a pedra no sapato dos espanhóis durante alguns anos, a diferença de poder foi invertida levando em conta os investimentos gigantes realizados no último verão pelo Real. Mesmo assim, o OL venceu o jogo de ida no Gerland graças ao míssil de Jean II Makoun (1-0) e segurou a partida de volta com Pjanic (1-1) empatando o jogo. Foi um feito gigante para os Gones, que encontraram um velho conhecido nas quartas de final: o Girondins de Bordeaux. Graças ao jogo de ida quase perfeito (3-1), o OL chegou até a semifinal da competição pela primeira vez na história ao perder o jogo de volta apenas por um gol (1-0).

 

$name

 

No jogo de ida das semis, Arjen Robben colocou o seu time na frente (1-0), mas nada estava selado já que o jogo de volta foi disputado no Gerland. Infelizmente, o desafio foi complicado para Lisandro e seus companheiros, que foram superados por um grande Ivica Olic (0-3). Independentemente da derrota, a performance foi a mais bela da história do clube até então. O Bayern era um gigante na época e ganhou mais força ainda com o passar do tempo, sendo que, para o time de Rudi Garcia, o novo desafio começa às 16h da próxima quarta.

Sobre o mesmo tema